quinta-feira, 30 de julho de 2009

Muçulmana deficiente visual anda com cavalo-guia nos Estados Unidos


Mona Ramouni desce de ônibus auxiliada por Cali, seu cavalo-guia, em Dearborn, no estado americano de Michigan. Ramouni, de 28 anos, é deficiente visual e trabalha como revisora de textos em braile.

Muçulmana, ela não pode usar um cão-guia, pois sua fé considera a saliva canina impura e seus pais não deixariam um cachorro entrar na casa da família. Então, ela ‘adotou’ um cavalo miniatura como condutor.

Fonte: G1

O VERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.