quarta-feira, 22 de julho de 2009

Menina de 11 anos, vítima de abuso sexual, dá à luz em Fortaleza

FORTALEZA - Uma menina de onze anos, vítima de abuso sexual, deu à luz a um bebê que está internado na UTI neonatal do Hospital Geral de Fortaleza (HGF). Mãe e filho estão recebendo atenção especial da equipe médica. Segundo uma enfermeira, a menina está amamentando e fica boa parte o tempo perto do bebê, nascido há quatro dias. De acordo com a enfermeira, a mãe só sai do lado do bebê para tomar banho, alimentar-se e tomar medicamentos.

A menina está sendo acompanhada pelo conselho tutelar. Ela foi abusada sexualmente por um vizinho. O caso chegou ao Disque-Denúncia: Criança e Adolescente (DDCA) no dia 22 de abril através de denúncia anônima. Ela é vítima também da negligência da mãe: não tem certidão de nascimento e, por isso, jamais estudou. Também não fez o pré-natal. Apesar disso, o bebê nasceu de nove meses e passa bem, segundo o hospital. Ficou na incubadora da UTI apenas para que seja mantida sua temperatura.

Segundo representantes do conselho tutelar, a mãe seria obrigada a trabalhar e saía de casa sozinha. Ela distribuía panfletos nos sinais e catava lixo. O vizinho costumava oferecer carona à garota. A mãe, Francisca Maria da Silva, disse que "não via maldade" quando ele oferecia carona. O estuprador chegou a ser preso, mas logo ganhou a liberdade. Francisca diz também que jamais notou mudança no comportamento da filha e nem desconfiou que ela estivesse grávida. A gravidez só foi descoberta no sexto mês, quando a denúncia veio à tona. As condições de higiene da casa eram precárias. Após a revelação, a criança passou a morar em um abrigo que acolhe meninas grávidas, vítimas de abuso sexual.

O destino dela ainda é incerto. O conselho tutelar gostaria que ela e o bebê fossem morar com algum parente.

O GLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.