segunda-feira, 13 de julho de 2009

Kaká afirma que vale os 65 milhões de euros pagos pelo Real Madrid


MADRI — O craque brasileiro Kaká, do Real Madrid, afirmou em entrevista ao jornal esportivo Marca que vale os 65 milhões de euros que o clube pagou por ele, e que o português Cristiano Ronaldo custa os 93 milhões de sua transação.

“Se o Real Madrid decidiu pagar tanto dinheiro por nós é porque valemos”, declarou Kaká, cuja transferência do Milan ao Real Madrid é a segunda mais cara da história do futebol, atrás apenas da contratação de Cristiano Ronaldo.

Para o astro brasileiro, os dois demonstraram nos últimos anos que valem tanto dinheiro.

“Estamos em um esporte que movimenta estas quantidades e dentro deste âmbito é possível que, sim, valhamos este investimento”, completou Kaká.

O Real Madrid pagou 80 milhões de libras (93 milhões de euros) ao Manchester United para contratar o craque lusitano e 65 milhões de euros ao Milan pelos direitos de Kaká.

Segundo o brasileiro, o português “demonstrou que é o número um e que vale o dinheiro”.

Anteriormente, Cristiano Ronaldo já havia declarado achar que seu talento valia o preço que o Real Madrid pagou ao clube da Premier League. Segundo Kaká, o colega português “demonstrou que é um número um e que vale, sim, esse dinheiro”.

Kaká, Bola de Ouro de 2007, afirmou ainda que está disposto a trocar o prestigioso troféu individial por “qualquer êxito com o Real Madrid”.

Ao mesmo tempo, admitiu que ficou muito emocionado durante a apresentação como jogador do clube madrileno.

“A reação do Santiago Bernabéu me emocionou tanto que quase me fez chorar”, afirmou o ídolo brasileiro.

Sobre os novos companheiros de time, elogiou o volante Lassana Diarra, que para ele marca muito bem e tem ótimo passe.

“Gosto muito do Lassana Diarra. Joguei contra ele quando estava no Portsmouth e ele me pareceu muito bom. Marca muito bem e tem um excelente passe”, afirmou Kaká.

O brasileiro, famoso por ser evangélico convicto, também declarou ao Marca que “antes das partidas sempre fala com Deus” e que isto é algo que faz parte de sua rotina antes de todas as partidas.

Em função da fé do craque brasileiro, os evangélicos da Espanha chegaram a afirmar que vão aproveitar Kaká para divulgar sua religião.

“Kaká, um dos nossos”, afirmava um panfleto distribuído que mostrava a foto do craque brasileiro ajoelhado sobre a grama, olhando para o céu e com uma camisa branca, na qual se lê “I belong to Jesus (Eu pertenço a Jesus).

Os evangélicos espanhóis pretendem com esta ação mostrar o que entendem ser um modelo de vida cristão como é a pessoa de Kaká, afirma o Centro Cristão de Reunião em um comunicado.

O jornal do Vaticano L’Osservatore Romano falou, por sua vez, em sua edição de sábado, da polêmica sobre as grandes quantidades de dinhero pagas pelo Real Madrid por suas contratações, considerando que era algo excesivo e injustificável.

Na sexta-feira, o clube começou seus treinamento de pré-temporada, sob comando de seu novo técnico, o chileno Manuel Pellegrini, que se negou a comentar as afirmações do jornal da Santa Sé.

Fonte: AFP

O VERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.