terça-feira, 14 de julho de 2009

Israel prende membro da Ku Klux Klan procurado pelos EUA


Micky Louis Mayon, 33 anos, membro do grupo racista e anti-semita de supremacia branca Ku Klux Klan, foi hoje preso num apartamento em Telavive.

Mayon era um dos 100 foragidos mais procurados pelos Estados Unidos.

Mayon era procurado desde 2007 pela justiça de Steelton, cidade de Pensilvânia, pela participação em ataques racistas à mão armada, além de incendiar carros de agentes federais e outros actos violentos. Foi acusado de posse e uso ilegal de armas.

Em 2008 foi emitida uma ordem de prisão contra ele por fuga da justiça e o caso transmitido à Interpol.

O norte-americano permanecerá detido em Israel até a extradição para os EUA, nos próximos dias.

Segundo fontes judiciais, Mayon decidiu esconder-se em Israel, apesar da sua ideologia anti-semita, por acreditar que seria o último lugar no mundo em que seria procurado.

Fonte: Diário Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.