sexta-feira, 24 de julho de 2009

Ex-travesti cuiabano será destaque do Fantástico no próximo domingo



O missionário cuiabano Joide Miranda, que reside em Cuiabá, concedeu entrevista ao programa Fantástico (Rede Globo) para falar sobre seu caso na matéria que tratará da polêmica envolvendo a psicóloga Rozângela Justino – acusada de tratar homossexuais.

Ele conta que iniciou sua vida sexual, como homossexual, aos 12 anos, aos 15 estava na prostituição como travesti e aos 16 mudou-se para São Paulo. De lá, para o Rio de Janeiro e, posteriormente, para a Europa, onde morou em vários países. Segundo o missionário, apesar da beleza, glamour e poder conquistados, a infelicidade sentida foi o ponto de partida para refletir sobre sua sexualidade.

Convertido à religião evangélica, Joide Miranda contou que a psicoterapia feita com uma profissional em Cuiabá durou cerca de 3 anos e foi fundamental na vida dele. “O homossexualismo não é uma doença, por isso não precisa ser tratado como doença. Ser homossexual é uma opção de vida e quando uma pessoa decide não ser mais homossexual pode precisar de um auxilio profissional para resolver conflitos e, no meu caso, traumas de infância,” defendeu.

A entrevista será veiculada no próximo domingo (26).

Fonte: O Documento

O VERBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.