sábado, 18 de julho de 2009

"Bruxo" burlão condenado a três anos e 10 meses de cadeia

Porto - O Tribunal de São João Novo, Porto, condenou hoje Diamantino Gimenez a três anos e dez meses de cadeia por burlas relacionadas com rituais ditos de bruxaria.
O colectivo dirigido pelo juiz William Themudo condenou ainda Diamantino Gimenez, o luso-brasileiro de 51 anos, a pagar aos lesados indemnizações que ascenderiam a perto de 240 mil euros, mas que se reduzem a perto de 50 mil euros, uma vez que serão deduzidas as verbas já restituídas e as apreendidas ao arguido pela polícia.
Na avaliação do colectivo de juízes da 4/a Vara Criminal, ficou provado que o auto-intitulado "Mestre Dami" cometeu três dos quatro crimes de burla qualificada de que vinha acusado.

Lusa/NC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.