sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Pastor Manoel Ferreira é indicado ao Prêmio Nobel

O pastor Manoel Ferreira, que é natural de Arapiraca e foi eleito deputado federal no Estado do Rio de Janeiro, vai concorrer ao Prêmio Nobel da Paz 2008.

(Fonte: Alagoas 24 Horas) - Ferreira está sendo indicado ao prêmio, por conta dos trabalhos sociais que desenvolve pela Igreja Assembléia de Deus, com moradores carentes na Rússia.

O líder religioso é formado em Direito, Teologia, Sociologia, Direito e Eletrônica, tendo sido presidente de instituições e movimentos religiosos, como o Conselho Nacional de Pastores do Brasil, a Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil e Sul-Americana e a Conferência Pentecostal Sul-Americana. A notícia da indicação do pastor Manoel Ferreira foi confirmada pelo Itamaraty, em Brasília.

No último mês de agosto, Manoel Ferreira esteve em Arapiraca, mais precisamente visitando o Centro Administrativo Municipal, de onde saiu acompanhado por autoridades para conhecer de perto o terreno com dois mil metros quadrados e que foi doado pelo município.

O espaço está localizado no bairro Baixa Grande e será destinado para a construção de um centro de atenção social para crianças e adolescentes de Arapiraca. O projeto é uma iniciativa do pastor e deputado federal Manoel Ferreira (PTB). A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) está elaborando o projeto arquitetônico em conformidade com a legislação urbanística do município.

Em seguida, o documento com o projeto de lei que oficializa a doação do terreno será encaminhado para aprovação na Câmara de Vereadores. O centro social terá uma creche e escola, além de serviços profissionalizantes, para atender inicialmente 350 crianças e jovens até 18 anos.


Ferreira está sendo indicado ao prêmio por conta dos trabalhos sociais que desenvolve pela Igreja Assembléia de Deus

Pedreiro « pastor » procura justificar seu adultério através da Bíblia e se enrola. Assista

História envolve um pedreiro que se diz pastor, sua vizinha e o marido dela.

(Fonte: http://mentelivre3.blogspot.com / Fantástico) - A casa no bairro de Vila Nova de Colares, na cidade de Serra, grande Vitória, virou o centro das atenções. É onde mora um pedreiro que também se diz pastor. A vizinhança desconfia.

Procurado pela reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo, Justino, de 50 anos, tentou se justificar na Bíblia para seus casos extra-conjugais se enrolou diante da câmera.

Assista a reportagem do Fantástico:

Dor de estômago justifica massacre de família cristã

MÉXICO - Quando a filha de 11 anos de Antônio Gomez passou mal de dor de estômago, seu pai achou que a dor se devia a alguma bruxaria praticada por seu vizinho evangélico.

(Fonte: Portas Abertas) - Antônio, morador da comunidade Jolitontic, no Estado de Chiapas, reuniu sete amigos para matar a família do vizinho.

Depois da meia-noite de 23 de agosto, eles invadiram o casebre da família e mataram René, 32 anos, o filho mais velho. Depois feriram a mãe, Marcela Hernandez Giron Gomez, e o pai, Pedro Gomez Diaz.

Os gritos de Pedro deixaram o resto da família em alerta, mas os assassinos conseguiram ferir seriamente mais seis pessoas: Esteban, 4; Ernesto, 6; Anita, 7; Maria, 14; Petrona, 16; e Martin, 18.

Todos foram levados ao hospital público de San Cristobal de las Casas, município vizinho, e dois deles tiveram de passar por cirurgia.

O quadro de Petrona é o pior. O hospital se recusou a dar mais informação à agência de notícias Compass Direct, mas tudo indica que ela teve uma fratura exposta e um dos dedos amputado.

Ernesto e Anita receberam alta do hospital no dia 25. No dia seguinte, foram para a casa de sua avó, em outra cidade.

Agressores encontrados

As autoridades disseram ter encontrado três facões que foram usados no ataque. Eles estavam escondidos em um arbusto.

A polícia enterrou o corpo das três vitimas fatais em uma cova rasa atrás da casa da família, por não haver outros parentes na cidade.


FONTE: www.overbo.com.br

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

STJ admite que homossexuais podem formar família

O Superior Tribunal de Justiça decidiu que a Constituição não proíbe expressamente a união estável entre gays. E, assim, abriu a possibilidade para que homossexuais formem uma família. Os ministros mandaram a 4ª Vara de Família de São Gonçalo (RJ) julgar o processo ajuizado pelo agrônomo brasileiro Antônio Carlos Silva e o canadense Brent James Townsend. A ação foi extinta sem análise do mérito. Agora, deve retornar para a primeira instância. O objetivo principal do casal é pedir visto permanente para que o estrangeiro possa viver no Brasil, a partir do reconhecimento da união estável. Eles vivem juntos há 20 anos.
É a primeira vez que o STJ analisa o caso sob a ótica do Direito de Família. Até então, a união homossexual vem sendo reconhecida pelos tribunais como sociedade de fato, sob o aspecto patrimonial. A votação na 4ª Turma foi por 3 votos a 2. Com o voto desempate do ministro Luís Felipe Salomão, a Turma afastou o impedimento jurídico para que o mérito do pedido seja analisado na vara de família.
O ministro Luís Felipe Salomão acompanhou o entendimento do relator do caso, Antonio de Pádua Ribeiro. Salomão ressaltou, em seu voto, que a impossibilidade jurídica de um pedido só ocorre quando há expressa proibição legal. E, no caso em questão, não existe nenhuma vedação para o prosseguimento da demanda que busca o reconhecimento da união estável entre pessoas do mesmo sexo.
O casal entrou com ação de reconhecimento da união na primeira intância. Os dois alegaram que vivem juntos há anos de forma duradoura, contínua e pública. O pedido foi negado e o processo extinto sem julgamento do mérito.
Por isso, eles recorreram ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que também rejeitou a proposta. Para os desembargadores, não há previsão legal para tal hipótese na legislação brasileira. O caso foi parar, então, no STJ.

Os fundamentos
O julgamento estava empatado no STJ. Os ministros Pádua Ribeiro e Massami Uyeda votaram a favor do pedido. Eles entenderam que a legislação brasileira não traz nenhuma proibição ao reconhecimento de união estável entre pessoas do mesmo sexo. Os ministros Fernando Gonçalves e Aldir Passarinho Júnior negaram o recurso. Para eles, a Constituição Federal só considera a relação entre homem e mulher como entidade familiar.

O ministro Luís Felipe Salomão também ressaltou que o legislador, caso desejasse, poderia utilizar expressão restritiva de modo a impedir que a união entre pessoas do mesmo sexo ficasse definitivamente excluída da abrangência legal, mas não procedeu dessa maneira.
Ele concluiu seu voto destacando que o STJ não julgou a procedência ou improcedência da ação — ou seja, não discutiu a legalidade ou não da união estável entre homossexuais —, mas apenas a possibilidade jurídica do pedido. O mérito será julgado pela Justiça fluminense.

Direito patrimonial
O direito patrimonial de casais do mesmo sexo não é novidade no STJ. A Corte já possui jurisprudência sobre questões patrimoniais, pensão e partilha de bens, dentre outras.

O primeiro caso apreciado no STJ (Resp 148.897) foi relatado pelo ministro Ruy Rosado de Aguiar, hoje aposentado. Em 1998, o ministro decidiu que, em caso de separação de casal homossexual, o parceiro teria direito de receber metade do patrimônio obtido pelo esforço comum.
Também já foi reconhecido pela 6ª Turma do STJ o direito de o parceiro (Resp 395.804) receber a pensão por morte do companheiro. O entendimento, iniciado pelo ministro Hélio Quaglia Barbosa quando integrava aquele colegiado, é que o legislador, ao elaborar a Constituição Federal, não excluiu os relacionamentos homoafetivos da produção de efeitos no campo do direito previdenciário, o que é, na verdade, mera lacuna que deve ser preenchida a partir de outras fontes do direito.
Em uma decisão mais recente (Resp 773.136), o ministro Humberto Gomes de Barros negou um recurso da Caixa Econômica Federal. O banco pretendia impedir que um homossexual colocasse seu companheiro como dependente no plano de saúde. Segundo o ministro, o casal atendia às exigências básicas para a concessão do benefício, como uma relação estável de mais de sete anos e divisão de despesas, entre outras.

Ponto de vista
A advogada Renata Catão, do escritório Edgard Leite Advogados Associados, discorda da maioria dos ministros e diz que faz parte da corrente do voto vencido. Para ela, os casais homossexuais devem ter os seus direitos garantidos na esfera do direito obrigacional e não no campo de família. “A Constituição reconhece união estável só entre homem e mulher”.
Já a especialista em Direitos de Homossexuais, Sylvia Maria Mendonça do Amaral, do escritório Mendonça do Amaral Advocacia, explica que essa decisão representa um avanço que certamente contribuirá para mudanças nos rumos da sociedade. “Agora, a tendência é que grande parte de pedidos semelhantes sejam analisados sob a ótica do Direito de Família, já que o STJ o fez, de forma inédita”.
Sylvia ressalta, ainda, que a nova determinação do STJ poderá modificar também a visão dos direitos dos homossexuais, tanto no Judiciário como em futuros projetos do Legislativo. “É um passo dado em sentido ao reconhecimento dos direitos dos homossexuais. Reconhecendo-se que o pedido, feito de forma enviesada, poderá ser atendido. Para a advogada, fica abalada a tese utilizada por muitos julgadores, que defendem que, se não há previsão legal, o direito não pode ser reconhecido.

Só Notícias

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Lula diz que não tem inimigos porque quer 'garantir espaço lá em cima'

Presidente citou ter relação amistosa com os 27 governadores do país.
Lula falou na cerimônia de início da produção do petróleo do pré-sal.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira (2) que não tem inimigos porque quer "garantir espaço lá em cima".
"Eu sou homem que aprendi a não ter inimigos, obviamente que alguém pode ser meu inimigo mas não sou dele. A gente quando chega aos 60 está pensando na outra vida, quem é catolico tem essa preocupação. Não quero criar nenhuma animosidade em que o Homem fique em dúvida de me receber lá em cima. Quero garantir meu espaço", brincou, ao dizer que tem "relação amistosa e companheira" com os 27 governadores.
Lula falou na cerimônia de início da produção do petróleo da camada pré-sal do campo de Jubarte, no Espírito Santo. Pela manhã, o presidente retirou o primeiro óleo da camada e na cerimônia ganhou um barril com um pouco do petróleo extraído.
O presidente voltou a dizer que tem sorte por conta do petróleo encontrado. "Tenho tanta sorte que acho que Deus passou por aqui e resolveu ficar.
Lula brincou ao citar que a extração do petróleo do pré-sal é complexa. "A minha cabeça pira cada vez que imagino que vocês descem 3 mil metros, eu fico com medo na piscina. Depois tem pedra, mais 3 mil metros de rocha, depois mais 2 mil metros de sal, por isso que a água é salgada, é por causa do pré-sal. Achei que era por causa do xixi que as pessoas fazem no domingo", brincou.
Lula classificou de "inusitada" a polêmica criada em torno da criação de uma nova estatal para gerir o petróleo do pré-sal. Ele disse que a Petrobras não será abandonada porque é "única".
"Começou a polêmica enorne sobre o que vai acontecer, o governo vai criar outra estatal. Diziam 'A Petrobras vai ser abandonada, coitadinha da Petrobras'. Eu ficava vendo essa polêmica e achava inusitado. (...) Mãe é única e a Petrobras é a mãe da industrialização desse país", discursou o presidente.
O presidente disse que o grupo interministerial deve apresentar ainda neste mês o projeto sobre com será tratada a questão do pré-sal.
"Eu tenho dois objetivos, primeiro aproveitar esse dinheiro para acabar com a pobreza do país. (...) Segundo é que a gente pague a dívida que temos com a educação brasileira que tanto desprezamos no século passado (...) O petróleo é nosso e será de todos e vai mudar definitivamente a face social do nosso país", disse.
Ele afirmou que a Petrobras, embora seja uma empresa, não pode perder o foco de se preocupar com o desenvolvimento do país. "Da mesma forma que o presidente da República, a Petrobras tem de pensar na contribuição que vai dar."

G1

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

O MUNDO VAI ACABAR UM DIA OU JÁ EM 2012?

Apocalipse à vista.
A nova profecia do apocalipse junta mito, arqueologia e ciência em tempos de incerteza e propõe a sua versão de fim do mundo para o final do ano 2012, recuperando cálculos e crenças da civilização maia. Pode ser a maior profecia de todos os tempos. Ou pelo menos desde o ano 2000.

Milhares acreditam e prepararam-se para a data fatídica
Esqueçamos a crise e os problemas correntes. O apocalipse tem data marcada. Pelo menos é nisso que acreditam milhares de pessoas em todo o mundo que se preparam para a chegada de 21 de Dezembro de 2012, a data em que (supostamente) termina o calendário maia e que, para alguns, parece ditar o destino do mundo tal como o conhecemos.
Sempre houve crenças para todos os gostos, mas profecias apocalípticas alimentam o medo ancestral do futuro e a sensação de desgraça eminente. Mas, se é pouco provável que o fim do mundo tenha horário marcado, como as novelas e os jogos de futebol já é menos provável que algum dia deixemos de nos preocupar com a possibilidade de ele acontecer mesmo. Faz parte da história. Desde que há registos, que há profecias catastrofistas. Estão nos Livros Sagrados, mas não apenas. Os profetas do apocalipse são muitos e assumem muitas formas. Velhos com ar de cientistas loucos, como Nostradamus, criadores de moda com manias new age como Paco Rabanne (que acreditava que o mundo ia acabar em 2000) e coisas invisíveis, como o bug do milénio que nos deixou suspensos à espera do apocalipse informático provocado por um vírus com nome de consola de jogos (Y2K, lembram-se?).
Que se perceba, o mundo continua relativamente igual a si mesmo, apesar das guerras e dos cataclismos naturais, das mudanças de calendário e do tom grave dos profetas. O planeta e as espécies estão abalados, mas a vida continua. O que não significa que a ameaça não permaneça, nem que seja na imaginação de quem gosta de anunciar o fim dos tempos.
Começou por ser uma teoria obscura, desenvolvida pelo americano José Arguelles nos anos 70 e 80, em circuitos relativamente restritos, mas rapidamente foi amplificada com a disseminação da Internet, hoje cheia de sítios com teorias e explicações sobre 2012. O que irá acontecer ninguém sabe ao certo, mas há uma lista de probabilidades: a III Guerra Mundial, a revolta das máquinas, um asteróide ou cometa chocarem com a Terra, a aproximação do misterioso Planeta X, sermos invadidos por extraterrestres, os pólos magnéticos da Terra inverterem-se, os efeitos do aquecimento global ou uma nova idade do gelo. Por acção da mão humana, vinda do espaço ou do próprio planeta, aparentemente a desgraça é eminente. Mas porque há de ser mais eminente em 2012 do que outra data qualquer?
É aqui que a especulação mais ou menos delirante se socorre de muletas que impressionam, como o Calendário Maia que, alegadamente, termina a 21 de Dezembro de 2012, o que abre um precedente capaz de alimentar toda a superstição. Com a hipótese do calendário Maia, tudo é plausível, até uma invasão extraterrestre. Até o portal que alguns acreditam irá abrir-se para revelar o mundo com um novo esplendor, só permitido pela entrada na era de Aquário. Há ainda quem veja num suposto alinhamento de planetas a ocorrer nessa data, a criação de uma energia capaz de apagar a memória de todos os humanos e o emergir de uma nova consciência (certamente a mais imaginativa de todas as teorias). Esoterismo new age, fantasia histórica ao estilo Indiana Jones e alguns elementos científicos, ajudam a fazer de 2012 um enigma.
Se vai ou não acontecer alguma coisa extraordinária na data prevista, só saberemos na altura. Para já, 2012 é pretexto para livros, filmes e até as tradicionais canecas etshirts. Será o ano dos Jogos Olímpicos de Londres, de mais um Europeu de Futebol, do TGV em Portugal e de um Natal que promete ser especial.

DN

FONTE: www.overbo.com.br

Preso sacerdote por mais de 90 delitos de abuso sexual

Um sacerdote católico reformado que se encontrava indiciado pela prática de 33 delitos de abuso sexual no colégio onde leccionou foi detido na Austrália pela acusação de 60 novos casos de pedofilia, anunciou a polícia local.

(Fonte: TSF/Adaptado por O Verbo) - Brian Spillane, ex-capelão e professor da escola católica de San Estanislao, em Bathurst, no estado australiano da Nova Gales do Sul, estava até terça-feira em liberdade condicional, estando previsto que comparecesse em tribunal dentro de duas semanas, mas acabou detido esta noite no seu domicílio.

A detenção enquadra-se na investigação iniciada em Agosto pela polícia australiana em relação a uma rede de religiosos e professores que supostamente abusaram de cerca de 40 menores durante sete anos na década de 1980, quando os meninos eram alunos naquele colégio.

Outro sacerdote de 81 anos foi acusado de haver abusado sexualmente de um acólito há 40 anos na Nova Gales do Sul, onde as forças de segurança também detiveram o pastor John Sidney Denham, de 65 anos, professor de uma escola secundária, por suposta atividade imprópria com 18 meninos entre os anos de 197 e 80.

Mais de uma centena de membros da Igreja Católica australiana foram condenados por abusar sexualmente de um milhar de vítimas, segundo cálculos da organização «Broken Rites».

Na sua visita à Austrália em Julho passado, o papa Bento XVI reuniu-se com algumas das vítimas, a quem pediu perdão em nome da Santa Sé.


FONTE: www.overbo.com.br

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Carta Capital, Época e Veja: capas ligadas à religiosidade na mesma semana


Das quatro mais importantes revistas semanais de informação, com circulação nacional, três trazem matéria de capa ligada direta ou indiretamente à religião. Na Carta Capital, o destaque é o que foi chamado pelos redatores de uma “disputa no reino de Deus”. Refere-se a uma nova igreja que, segundo a revista, vem concorrer com a Universal. “Formada por ex-integrantes da Universal, a Igreja Mundial arrebanha fiéis e amplia seu espaço na tevê”. Trata-se da Igreja Mundial do Poder de Deus, “uma espécie de dissidência da Universal” que “cresce vertiginosamente como a sua principal concorrente” e comprou 22 horas diárias do Canal 21, da Rede Bandeirantes de Televisão.
Na revista Época, a matéria de capa é: “Jesus vai à escola”, sobre o ensino religioso que ganha espaço na rede pública. A revista busca respostas para a seguinte pergunta: “É possível conciliar o ensino religioso com a opção espiritual de cada família?” E, na Veja, a matéria especial trata do tema: “O dilema entre o perdão e a vingança. A luta entre a sabedoria que leva à reconciliação e o desejo de retaliar é mais antiga que a civilização e continua sendo travada nos dias atuais. A lição da história é que foi através do perdão que a humanidade conseguiu interromper as espirais de violência provocadas pela vingança”.
Uma leitora de Época, Laura, de Campo Grande, MS, reclamou do conteúdo da matéria e também lembrou outras publicadas recentemente sobre religião que considerou “tendenciosas”. A revista publicou o comentário na Internet:
“Quanta crítica aos evangélicos e católicos por essa revista. Fico extremamente triste em estar lendo uma revista de repercussão nacional, o qual tem inserido vários assuntos a respeito de religião... isso será uma perseguição religiosa aos evangélicos e aos católicos? Estou sentindo isso mesmo da parte de vocês. São três reportagens só essa semana querendo detonar evangélicos e católicos. Será uma perseguição ao Cristianismo? Li a reportagem sobre "Filhos sem Deus", a outra sobre os "anencéfalos", agora “Jesus vai à escola”. Perceberam que vocês estão colocando a reportagem de maneira tendenciosa? Vocês estão provocando uma guerra religiosa no País? (...) Por que vocês não fazem uma reportagem mostrando o lado bom do Cristianismo, heim? Por que vocês não vão às igrejas evangélicas colher depoimentos de pessoas que tiveram filhos livres das drogas, da Aids, da violência, de famílias que foram restauradas, de vidas que estão livres de bebidas e tudo quanto é lixo que o mundo oferece, dizendo que é alegria, paz, é isso? Vocês deveriam agradecer os evangélicos que adentram morros, favelas, hospitais oferecendo uma mão amiga, oferecendo apoio quando todos já se foram, quando todas as esperanças foram dissolvidas (...). Falem o lado bom do Evangelho de Jesus, parem com perseguição, oka?!
Outro leitor aprovou a matéria crítica ao ensino religioso: Vagno Fernandes, de São Paulo, SP, defendeu o Estado Laico: “A maioria dos brasileiros não sabe o significado de um estado laico – país desprovido de influência religiosa. Sendo assim, deveríamos tomar cuidado com essas vertentes religiosas que tendem a criar narrativas mestras – discursos que mantém um único foco de entendimento. Propor fundamentos religiosos nas escolas é criar, posteriormente, estados religiosos. O que seria um retrocesso na formação de nosso país que já possui atrasos em seu presente”.

Soma

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Candidato diz ser reencarnação de Getúlio Vargas

Denilson Alves (PDT), 42 anos, militar da reserva que concorre pela primeira vez a uma vaga na Câmara Municipal se diz a reencarnação do ex-presidente Getúlio Vargas. "É preciso muita coragem para me expor à sociedade brasileira", diz o candidato.

(Fonte: Terra) - Denilson acredita que vai mobilizar multidões a ponto de obter uma votação histórica como os feitos de Vargas, criador do salário mínimo, que se suicidou com um tiro no coração em 1954.

"Preciso apenas de espaço na mídia para conquistar o reconhecimento do povo. Com a minha força de vontade e poder espiritual vou conseguir puxar votos suficientes para tornar Paulo Ramos o próximo prefeito do Rio."

No horário gratuito da TV, porém, Denilson optou por não fazer referência à ligação espiritual que diz ter com o ex-presidente, que ficou conhecido como o "Pai dos Pobres". Sua aposta é na chamada teoria do reconhecimento.

"Se eu fiz o bem a você no passado, tenho certeza que você terá uma boa impressão de mim no presente", explica o também estudante de serviço social e adepto ao racionalismo cristão, doutrina filosófica espiritualista na qual as pessoas são consideradas partículas que serão desenvolvidas e aperfeiçoadas durante as encarnações.

O candidato explica que o espírito que reencarna é aquele que não cumpriu toda a sua missão em vidas anteriores - caso dos suicidas, segundo sua doutrina:

"Vou dar continuidade à revolução de Getúlio com investimento na educação.

A revelação da ligação cármica, em 2005, é um capítulo à parte. De repente, teve visões de que caminhava por uma rua de terra batida quando viu um corpo fardado no chão com um tiro no peito.

"Quando olhei o rosto, era Getúlio Vargas, na lembrança da fatídica manhã de 24 de agosto de 1954. Aí, me vi dentro do Palácio do Catete, meu coração disparou, senti tanta dor no peito, não suportei e acordei", conta. "Fui a São Borja (cidade natal de Vargas) e reconheci a rua do sonho."


FONTE: www.overbo.com.br

Católicos rezam o terço pela conversão de Ana Paula Valadão ao catolicismo

Foto: Ana Paula Valadão Bessa orando no Jardim do Getsêmani, em sua visita a Israel


Durante este mês de agosto, alguns blogs católicos se mobilizaram para convocar intercessores que rezassem o terço pela conversão ao catolicismo da cantora evangélica Ana Paula Valadão, do Diante do Trono.
Confira o post retirado do blog "O Possível e o Extraordinário", e deixe sua opinião nos comentários:

Pela Conversão de Ana Paula Valadão

Da Lagoinha para Roma o caminho é longo. É por isso que vamos ajudar os caminheiros - a caminheira - a realizar o desejo oculto de seus corações: conhecer a Deus pela revelação de mais de 2000 anos feita aos apóstolos, príncipes da Igreja de Cristo - que subsiste na Igreja Católica.

A caminheira do mês é a batista da igreja da Lagoinha (BH), Ana Paula Valadão. Reconhecida nacionalmente como uma das principais vozes do meio, a pastora-cantora surpreendeu ao aproximar-se de um pensamento ecumênico incomum entre os protestantes do Brasil. Ana Paula ofereceu uma de suas composições ao Padre Marcelo Rossi e foi categórica ao afirmar na TV:

"Sei que isso pode não agradar a todos que vão ouvir… Mas eu tenho ficado muito impressionada com alguns católicos que eu tenho convivido, que tenho encontrado. Às vezes a gente encontra até um coração mais convertido do que dentro das igrejas evangélicas".

O evento não foi isolado. Anteriormente Ana Paula fez questão de aproximar-se do cantor católico Walmir Alencar e esclarecer um boato de que a cantora teria ofendido a devoção de católicos pela eucaristia, um mal entendido que estimulou jovens católicos a lotar a caixa postal eletrônica da batista com e-mails de protestos. No encontro a batista “abençoou” o apostolado católico de Walmir Alencar:

"Mais uma vez, assim como já havia me manifestado antes, eu abençôo a vida e o ministério do Walmir, e também de toda a sua equipe, para que através da sua voz o nome do Senhor Jesus seja cada dia mais exaltado e honrado. Que ele não desanime nem desista, pois a graça do Senhor Jesus é maior do que todas as nossas limitações e fraquezas."

O sinal mais curioso de que a batista Ana Paula “aproximava-se” do catolicismo romano foi manifesto no ano passado por meio do blog pessoal da cantora, espaço no qual ela publica impressões pessoais. Surpresa para uns, escândalo para outros, a líder do grupo de música cristã mais famoso do Brasil, Diante do Trono, assume que a doutrina dos protestantes brasileiros relativa à confecção de imagens religiosas está equivocada porque impregnada de anti-catolicismo:

"Sei que as artes, de modo geral, foram rejeitadas em nossa cultura protestante, pois a pregação há muitos anos era basicamente anti-católica (…), mas a Bíblia não condena as esculturas, pinturas, a não ser aquelas que são usadas como ídolos."

Publicamente não houve qualquer declaração de Ana Paula no que diz respeito a um suposto desejo de conversão ao catolicismo, mas nunca uma liderança protestante com prestígio semelhante ao da cantora ousou aproximar-se tanto dos católicos.

Porque acreditamos que a conversão de Ana Paula Valadão tocaria na experiência cristã de muitos jovens protestantes, o nome dela foi escolhido para o início da campanha de oração por conversões de nossos irmãos separados.

Terço em mãos! Agosto é o mês de oração pela conversão de Ana Paula Valadão. O caminho seguro para Cristo é Roma e Ele não decepciona. Amém.
***
A campanha de oração é uma iniciativa do Blogocop 3.0 e um convite a toda blogosfera católica. Cada mês uma alma em nossas orações! Porque ecumenismo é o desejo de uma unidade visível entre os cristãos e não meramente pneumática. Todos um na única Igreja de Cristo.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Além dos blogs citados no post aqui reproduzido, o blog católico Fidei Depositium também aderiu à divulgação da campanha.

Pesquisador diz que Jesus usou maconha em milagres


Um estudo publicado esta semana pela revista High Times, especializada em divulgar fatos relativos ao uso da maconha lança a tese de que muitos dos milagres de Jesus Cristo foram feitos usando uma mistura à base de maconha. De acordo com o professor de mitologia clássica da Universidade de Boston Carl Ruck, responsável pelo estudo, Cristo e seus apóstolos teriam usado um óleo feito com a planta para curar doentes.
A rede britânica BBC, que veiculou a informação, identifica a mistura de maconha usada por Cristo como o kaneh-bosem, extrato usado para curar enfermidades físicas e mentais. Os cientistas, que encontraram nas escrituras sagradas referências à utilização do kaneh-bosem, dizem que ao contrário de hoje, as propriedades medicinais da Cannabis sativa eram utilizadas por absorção através da pele.
Além dos pesquisadores norte-americanos, diversos estudiosos lingüistas já haviam identificado a maconha como o ingrediente principal do óleo referido na Bíblia. Os doentes eram mergulhados na essência, que curava epilepsia, problemas na pele, nos olhos, ou até mesmo menstruais.
O estudo em nenhum momento coloca em dúvida os milagres de Jesus Cristo. A fé não é dissociada da cura pelos cientistas, que buscaram descobrir se a Igreja Católica, em seus primeiros anos, utilizou substâncias medicinais para curar enfermidades.

Terra

FONTE: noticiascristas.blogspot.com

Fernanda Brum e Bené Gomes ministram em Igreja Católica

Foto: Site Oficial Ministério Koinonya

A conhecida cantora evangélica Fernanda Brum (MK Music) e o pastor Bené Gomes (líder do Ministério Koynonia de Louvor, um dos primeiros grupos de louvor e adoração do Brasil) ministraram este mês em um seminário ecumênico na paróquia denominada "Nossa Senhora de Fátima" localizada no bairro do Méier, Rio de Janeiro capital.
Esta paróquia é muito conhecida por promover encontros ecumênicos e convidar cantores e pastores evangélicos para ministrarem, como por exemplo o que ocorreu no ano passado, onde o Ministério Casa de Davi participou e noticiamos aqui.

A seguir reproduzimos a entrevista que o pastor Bené Gomes concedeu ao site da "Paróquia Nossa Senhora de Fátima" após o término do seminário, onde ele fala sua opinião sobre o ecumenismo.

“Orai sem cessar”
Renata Rodrigues

Um tempo de oração, partilha, uma renovação da fé e o desejo real de estar na presença do Senhor, junto com os irmãos. Foi isso que o Seminário Ecumênico “Orai sem cessar” trouxe para nossa comunidade na semana de 25 a 29 de agosto.
Os pregadores do Seminário foram o Padre Antonio José e os Pastores Geraldo Alcântara, Alexandre da Matta e Bené Gomes.
O Pastor Bené Gomes é o líder do Ministério Koinonya. Fundado em Goiânia, no ano de 1988, o Ministério mudou sua sede para o Rio de Janeiro em 2000. Ao todo já são 16 CDs da série Adoração. O mais recente trabalho chama-se “Incendiando Corações”, gravado no ano passado, na igreja Nova Vida, na Barra da Tijuca e que, em breve, devera ser lançado em DVD.
Essa não é a primeira vez que o pastor participa com a comunidade de Nossa Senhora de Fátima de uma semana de oração pela unidade dos cristãos. Fomos conversar com ele sobre o seminário e o trabalho do Koinonya. Confira a entrevista abaixo:

Como o senhor vê esse tipo de encontro, como é viver essa unidade?
Pastor Bené – Eu procuro ver como Deus vê. Uma geração de homens e mulheres que buscam o Senhor. Porque Deus não vê rótulos, estampas, se somos católicos, evangélicos, anglicanos... Deus vê os corações. Como diz a Palavra em I Samuel 16, 7: Deus não vê como vê o homem. O homem vê o exterior; “Eu, porém vejo o coração”. Deus não faz acepção de pessoas. Quando olhamos sob as expressões de cada denominação, vemos um coração diante de Deus, faminto, sedento. Vejo hoje um momento de avivamento, de derramar do Espírito Santo, gente que é séria com Deus. Não é um “oba, oba”, tipo “vamos brincar de unidade”, de estar juntos. São pessoas que estão entendendo o que está acontecendo, dirigidas pelo Espírito Santo para dar passos porque acreditam nisso. Eu acredito na unidade.

Fale um pouco sobre o CD “Incendiando Corações”. O que Deus quis falar através do Ministério?
Pastor Bené – Estava orando na sala da minha casa, há uns três ou quatro anos atrás. Nós tínhamos um contrato com uma gravadora e estava um pouco preocupado com as vendas. Orei pedindo para o Senhor ajudar a vender os CDs e de repente o Espírito Santo falou comigo: “Por acaso te chamei para vender CD, DVD? Esse é o teu chamado? Não te chamei para incendiar corações? O que adianta vender um milhão de cópias e não incendiar nenhum coração. Não é melhor vender um CD e incendiar milhões de corações?”. Foi aí que surgiu a idéia do “Incendiando Corações”, que foi um reencontro meu com o chamado de Deus para a minha vida.
A Palavra que o Senhor traz para o povo no CD é Levitico 6, 12-13. Ela fala que o sacerdote, para manter viva a chama do altar, trazia lenha toda manhã. E esse altar é o nosso coração. E a lenha é nossa comunhão com Deus, a nossa renúncia, a nossa consagração, a nossa entrega, a nossa busca. É isso que faz com que o povo permaneça sempre ardendo e queimando. A proposta maior do Cd é mostrar que temos um Deus que age diariamente. Ele está disponível para nós todos os dias e tem o maná novo, uma nova unção, para cada dia.

O mês de setembro na Igreja Católica é dedicado à Bíblia, a Palavra de Deus. Quão importante é experimentar essa Palavra todos os dias?
Pastor Bené – Quando Jesus fez a oração conhecida como “Oração sacerdotal”, Ele pediu: “Pai santifica-os na verdade. A Tua palavra é a verdade”. Faz-se necessário que nós cristãos, filhos de Deus, nos apeguemos à verdade da Palavra. Porque mais e mais um espírito de mentira, de engano, está vindo, inclusive usando a religiosidade para enganar as pessoas, para trazer uma visão deturpada, distorcida da Palavra. Precisamos do Espírito da Verdade, o Espírito Santo, que nos revela, que abre os nossos olhos, para que, quando a lermos, não leiamos apenas a letra, mas que entendamos o espírito por trás daquilo que está escrito. É muito importante esse mês em que você está sendo encorajado a ler, meditar a Palavra, pois ela irá alimentar, fortalecer a sua fé.

Amenidades da Cristandade

FONTE: noticiascristas.blogspot.com