quinta-feira, 14 de agosto de 2008

ARQUEÓLOGOS DESCOBREM CRÂNIOS ESCULPIDOS DE MAIS DE 8 MIL ANOS EM ISRAEL

Arqueólogos israelenses descobriram três crânios esculpidos datados da Idade de Pedra - com mais de 8 mil anos - e que demonstram o desenvolvimento do culto aos antepassados naquela época.

Os crânios, encontrados nas escavações de Yiftah, na Baixa Galiléia, pertencem ao Neolítico pré-cerâmico período B, diz um comunicado divulgado hoje pela Autoridade Israelense de Antiguidades (IAA, em inglês).
O diretor da escavação, Hamoudi Jalaily, diz na nota que "os crânios estão esculpidos, fenômeno que é identificado com a Nova Idade da Pedra. A prática inclui a reconstrução de traços faciais do morto esculpidos com vários materiais, como uma argamassa especial".
"Nos crânios que encontramos o nariz aparece completamente reconstruído, a boca está acentuada e os olhos restaurados com três conchas colocadas em cada uma das órbitas, enquanto os outros traços faciais são recompostos com uma máscara de argamassa", acrescenta.
"Os crânios modelados são a imagem do morto que ficava na consciência das outras pessoas e os guiavam nas decisões que tomavam no dia a dia", explica Jalaily.
Os três crânios têm entre 8 mil e 9 mil anos e estavam enterrados em um fosso adjacente a um prédio público.
Segundo os especialistas, estes objetos geralmente eram colocados em casa e serviam para inspirar as jovens gerações a continuarem o caminho de seus antecessores, costume que também era comum em outros países da região como Síria, Turquia e Jordânia.
Após um período de tempo no qual o sucessor estabelecia seu status e era aceito pela sociedade, a necessidade da presença da imagem do pai diminuía e os crânios eram enterrados durante uma cerimônia em um fosso diferente do qual estavam os outros ossos do morto.

EFE/G1

noticiascristas.blogspot.com

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

CANTOR GOSPEL E GAY


Jeferson Morais foi expulso de sua igreja, acabou na rua, mas agora está lançando seu primeiro CD

Enquanto algumas denominações evangéligas se preocupam em lutar contra os direitos dos homossexuais, parte de seus fiéis estão dando às costas para os valores mais arcaicos em nome da liberdade. Jeff Morais, 27 anos, cantor gospel, nascido na cidade do Rio de Janeiro, é um evangélico assumidamente gay. Com um novo projeto musical que irá ser lançando no fim do ano, o cantor resolveu bater um papo e falar sobre algumas questões que envolvem sua vida na Igreja e o fato de ser assumido.
"Eu te amo e também sinto por você o mesmo que você sente por mim", foi essa frase, ouvida aos 14 anos, que fez Jeferson mudar alguns conceitos seus. "Eu me apaixonei pelo filho de um famoso e polêmico Pastor evangélico, temíamos bastante esse romance, porém foi muito especial o que descobrimos juntos e somos amigos até hoje", conta. "Atualmente ele está casado com uma cantora evangélica", revela o cantor. A reação da Igreja que Jefferson frequentava, quando descobriu sua sexualidade, foi a pior possível. "Eu fui expulso de um jeito terrível, no meio de uma reunião domical pelo microfone na frente todos os presentes:
- Atenção todos os irmãos presentes, Jefferson de Morais Florentino é gay e por isso não é mais bem vindo em nossa Igreja, quero convida-lo a se retirar de nosso meio pois este lugar é santo". Foram as palavras do pastor", lembra.
"Na verdade a Igreja só soube pois foi muito grande a repercussão no bairro após meu pai me jogar na rua sem roupas, sem documentos e completamente ferido pela agressão física feita por ele, isso aconteceu no dia do meu aniversário, no ano de 1998, eu tinha 17 anos. Na igreja as pessoas já desconfiavam ou até tinham certeza mas faziam vista grossa. Com este escândalo, meu calvário deu início. Sem lugar para dormir, sem emprego e sem os amigos, pois todos foram proibidos de qualquer tipo de relação comigo, fui excluído da Igreja, mesmo que lá todos soubessem que Deus é amor", continua Jeferson.
Após essa tuburlência Jefferson passou por um período de busca e acabou descobrindo a Igreja Cristã Contemporânea, coordenada pelo Pr. Marcos Gladstone, onde os homossexuais são aceitos sem nenhum tipo de recriminação. Lá ele é aceito e pode praticar sua crença sem nenhum tipo de critica ou preconceito.
Jefferson ouviu falar que evangélicos iam às ruas da zona oeste do Rio de Janeiro levar alimento aos moradores de rua. Ele então resolveu fazer algo parecido, mas em outras paragens. Foi para as vielas da área do Castelo no centro do Rio de Janeiro e em toda região do Aterro do Flamengo no horário de mais atuação dos garotos de programas e das travestis. Munido de um kit contendo camisinhas, trechos bíblicos em folhetos, endereços de igrejas inclusivas e telefones de emergências. Ele transita sorrindo, falando no que acredita de forma coerente e dinâmica aos que estão perto do alcance de sua calma e voz educada.
"É muito fácil vender CDS em lojas, falar bonito nas rádios, fazer tardes de autógrafos e se auto-titular evangelista, ministro, adorador entre outros nomes e não sair atrás das pessoas que não são alcançadas por esta estratégia de venda imposta pelas gravadoras e depois dizerem que a violência é grande neste tipo de evangelismo."
Hoje, vive com um rapaz a 3 anos e o ajuda a criar um filho do primeiro casamento.

Mix Brasil

noticiascristas.blogspot.com

MULHER É ACUSADA DE ASSASSINAR SEU FILHO POR NÃO DIZE AMÉM

Uma mulher ligada a uma seita religiosa nos Estados Unidos foi acusada pelo homicídio em primeiro grau de seu filho, a quem negligenciou alimentos pelo fato de o bebê não dizer amém após cada refeição.
O diário "The Baltimore Sun" informou que Ria Ramkisson, 21, foi acusada formalmente no domingo do assassinato de seu filho e de outros três supostos membros do culto.
Documentos apresentados às autoridades judiciais revelam que nem a mulher, nem os outros acusados, solicitaram ajuda médica quando a criança, identificada como Javon, deixou de respirar e morreu nos braços de sua mãe.
A criança tinha 19 meses de idade quando faleceu, em dezembro de 2006, segundo a informação.
Sua mãe ocultou o cadáver em uma mala durante mais de um ano, até que agentes da Polícia de Baltimore (Maryland) o encontraram na cidade da Filadélfia (Pensilvânia).
Fontes judiciais indicaram que a mulher estava internada em uma clínica psiquiátrica, e que os outros acusados foram detidos em maio deste ano, em Nova York.
Parentes de Ramkisson citados pela imprensa local disseram que a mulher não deveria ser responsabilizada pela morte de seu filho. "Ela não tinha nenhum controle da situação", afirmou seu padrasto, identificado como Craig Newton.
"Minha filha foi uma vítima, assim como meu neto. Alguém tomou a decisão de não alimentar a criança, e minha filha só acatou as ordens", acrescentou.
Segundo entrevistas feitas pela polícia com crianças que faziam parte do grupo, os membros do culto deixaram de alimentar a criança porque ela não dizia amém após comer.
Alguns integrantes do grupo consideravam que Javon "era um demônio", detalham os documentos.

Folha

noticiascristas.blogspot.com

PARÁBOLA BÍBLICA INSPIRA TIAGO CAMILO NA CONQUISTA DO BRONZE OLÍMPICO

Judoca admite decepção por perder o ouro, mas festeja poder de recuperação após derrota.
Tiago Camilo fez o percurso que todos os judocas trilham assim que deixam a arena de judô da Universidade de Ciência e Tecnologia de Pequim. Antes de irem para o vestiário, eles passam pela zona mista, uma área reservada aos repórteres. Lá, conversam com os jornalistas, ávidos por declarações para poder cumprir mais uma etapa de seus trabalhos.
O brasileiro, que tinha acabado de conquistar sua segunda medalha em Olimpíadas – a outra foi de prata, em Sydney-2000 –, chegou chorando. E muito. Entre suas primeiras declarações, disse: “Há uma parábola da Bíblia que fala sobre dois fazendeiros que oram a Deus pedindo para chover no campo deles, pois fazia muito tempo que não chovia. Mas apenas um deles preparou a terra para a chuva”.
Em seguida, continuou levando uma saraivada, não de golpes, mas de perguntas. Mas vamos deixá-lo com os jornalistas neste momento. Que lá ele fique para que a gente tente ver de onde Tiago tirou essa parábola.

Último Segundo

noticiascristas.blogspot.com

COMPRE SEU LUGAR NO CÉU PAGANDO COM CARTÃO DE CRÉDITO

O comando da Igreja Universal comprou há três meses por R$ 2 mil cada uma 400 máquinas de cartão de crédito. Em seguida encomendou à operadora de cartão VISA um software especial que dispense a parcela referente a impostos automaticamente descontada a cada pagamento que se faz com um cartão de crédito comum.
A Universal usará as máquinas para recolhimento parcelado do dízimo pago espontâneamente por seus fiéis. Nesse caso não há imposto a ser deduzido. As máquinas serão despachadas para templos que operam em mercados com maior potencial de arrecadação. O software criado pela VISA está pronto e será entregue ainda esta semana.
O uso de cartões de crédito para pagamento de dívidas de fé é algo mais ou menos comum nos Estados Unidos. Aqui, a pioneira foi a Igreja Renascer dos bispos Sonia e Estevam Hernandes, presos no ano passado em Miami depois de entrarem nos Estados Unidos com dinheiro não declarado.
Às vésperas da chegada ao Brasil do Papa Bento XVI, no ano passado, a Arquidiocese do Rio de Janeiro lançou uma campanha publicitária para divulgar o cartão de crédito Solidariedade Católica, projeto lançado durante a Feira da Providência.
O cartão de crédito da Igreja Católica é diferente do cartão de crédito da Universal.
São duas as modalidades do cartão católico, de bandeira Visa, lançado em parceria com o Bradesco, segundo informou à época o jornal Folha de S. Paulo: a nacional, cuja renda mínima é de R$ 400, e o cartão "Gold", que é internacional e exige renda acima de R$ 2 mil.
A anuidade do primeiro custa R$ 60. O Gold custa R$ 160 por ano. Do total desses valores, 30% serão destinados a entidades carentes indicadas pela Arquidiocese.

Globo
O cartão católico não serve para pagamento de dízimo.

noticiascristas.blogspot.com

XUXA QUER TIRAR DA WEB VÍDEO DE PASTOR GAÚCHO

Do ponto de vista legal, vai ficar barato a asneira que o pastor brasileiro Josué Yrion falou sobre a apresentadora brasileira Xuxa Meneghel. Em um vídeo de uma de suas pregações, postado no YouTube, ele acusa Xuxa de ter vendido "a alma ao diabo" e de ser adepta do satanismo, informou nesta segunda-feira a coluna de Mônica Bergamo.
Yrion é gaúcho como Xuxa, que já sabia das sandices do pastor de 2005, quando ele abriu uma ação contra ela no México, por acusação de satanismo. A ação nunca se desenvolveu.
Xuxa acha que é perda de tempo e dinheiro acionar o pastor, a quem considera desequilibrado. Mas deve pedir ao Google, por vias judiciais, que retire do ar o vídeo ofensivo do pastor.

Uol

noticiascristas.blogspot.com